Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O sexo dos anjos

05
Jan18

Capa da Revista Cristina “Chamo-me Tiago”

por Cila

revista-cristina-janeiro-1.jpg

Por motivos de impossibilidade física de trabalhar num computador e aproveitando para fazer uma pausa nesta época do ano, há já algum tempo que não partilho nada aqui neste cantinho.

Hoje, embora com algumas dificuldades, tenho obrigatoriamente que partilhar convosco aquilo que sinto após ter ouvido a Cristina Ferreira falar da sua revista.

Mais uma vez, sabendo que fica exposta a todos os tipos de criticas negativas, a revista Cristina coloca na sua capa uma fotografia belíssima com o titulo “Chamo-me Tiago”.

 Palmas para a Cristina e para a sua revista que tão bem se manifesta a favor do direito a ser feliz sem preconceito. Palmas para todos aqueles que acham que todo o ser humano tem direito de viver feliz, como bem entende, sem ter de obedecer a preconceitos impostos pela sociedade.

Por mim, resta-me desejar que a revista continue assim, que continue a sua demanda pela igualdade, pelos direitos humanos. E não, não tenho qualquer tipo de recompensa, apenas manifesto aqui todo o meu apoio a esta forma de luta pela mudança da nossa sociedade.

Aplausos!

 

27
Nov17

Dia Internacional contra a Violência de Género

por Cila

Patria, Minerva e Maria Teresa Mirabal.jpg

Celebrou-se no dia 25 de Novembro o dia Internacional contra a violência de género. Foi neste dia, em 1960, que foram encontrados os cadáveres de três irmãs, Minerva, Patria e Maria Teresa Mirabal, assassinadas pelo regime do ditador Trujillo na Republica dominicana, pelo facto de serem mulheres e ativas militantes anti regime.

Anos mais tarde, em 1999, a ONU, em homenagem às irmãs Mirabal, declarou o dia 25 de Novembro, dia internacional para a eliminação da violência contra a mulher.

A violência de género contínua presente na nossa sociedade em forma de agressões e abusos em milhares de vítimas em todo o mundo. A cada 25 de Novembro soam as vozes da denúncia a favor da sua erradicação definitiva.

 

LER MAIS )

 

24
Nov17

ONU - Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

por Cila

AAEAAQAAAAAAAAoFAAAAJGQ3MTM3ODU0LTMxNjYtNDg1OS1iNz

 

O ano de 2015 ficará na História como o ano da definição dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Trata-se da nova agenda de ação até 2030, que se baseia nos progressos e lições aprendidas com os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, entre 2000 e 2015 (partilhei convosco em Junho http://osexodosanjos.blogs.sapo.pt/licenciatura-animacao-socioeducativa-8633). Esta agenda é fruto do trabalho conjunto de governos e cidadãos de todo o mundo que pretende criar um novo modelo global para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar de todos, proteger o meio ambiente e combater as alterações climáticas. 

Para saber mais acerca de cada um dos objetivos entre na página https://www.unric.org/pt/17-objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel fazendo clique em cada um dos ícones.

Saliento aqui o número 5 relativo à igualdade de género.

 

 

LER MAIS )

 

21
Nov17

Comissão Europeia anuncia plano para acabar com a disparidade salarial entre homens e mulheres

por Cila

igualdade-salarial.jpg

No passado dia 2 de Junho falei aqui http://osexodosanjos.blogs.sapo.pt/trabalhadoras-portuguesas-tem-mais-6316 da questão da desigualdade na retribuição salarial entre homens e mulheres,  no acesso a lugares mais destacados nas empresas e na progressão das carreiras. Este é um assunto que me toca profundamente desde o início da minha vida profissional uma vez que sempre me considerei descriminada em favor de colegas do sexo masculino, embora desempenhasse tão bem ou melhor as mesmas funções.

 

LER MAIS )

 

08
Nov17

O dia em que as mulheres da Islândia entraram em greve

por Cila

 

Icelands women went on srike1.jpg

No dia 24 de Outubro de 1975, decorria o ano pós revolução dos cravos em Portugal, as mulheres da Islândia resolveram entrar em greve para reivindicar a sua emancipação. Naquele dia elas recusaram-se a trabalhar, a cozinhar e a tratar das crianças por um dia. Foi o momento que mudou definitivamente a forma como as mulheres eram vistas e que ajudou a colocar a Islândia na vanguarda da luta pela igualdade.No ano seguinte o parlamento aprovou uma lei garantindo igualdade salarial.

Em Novembro de 1980 Vigdis Finnbogadottir, mãe solteira, divorciada, foi eleita presidente da Islândia, tornando-se a primeira mulher a ser presidente na Europa e a primeira mulher a ser democraticamente eleita como chefe de estado. Ocupou o lugar por 16 anos e a Islândia passou a ser conhecida como “o país mais feminista do mundo”.

 Vigdis Finnbogadottir sempre disse que nunca teria sido presidente se o tão famoso dia 24 de Outubro de 1975, dia em que 90% das mulheres do país decidiram demonstrar a sua importância fazendo greve, não tivesse acontecido. “ O que aconteceu naquele dia foi o primeiro passo para a emancipação das mulheres na Islândia, paralisou completamente o país e abriu os olhos de muitos homens. Bancos, fabricas e lojas tiveram que fechar, tal como escolas e creches, obrigando os pais a levar os filhos para o trabalho”. Foi uma longa sexta-feira.

Mulheres na história, para não esquecer...

03
Nov17

217 anos a apanhar as meias do chão

por Cila

Partilha de tarefas.jpg

Hoje o texto não é meu. Permito-me partilhar aqui um texto fabuloso de Paula Cordeiro que espelha a realidade da grande percentagem de mães e mulheres deste país.

Não defendo a ideia de que homens e mulheres têm de ser iguais, porque não são, mas defendo a ideia de que uma relação se baseia numa partilha não apenas da intimidade mas de tudo o que esta representa, inclusivamente apanhar as meias do chão. Partilhar não é 'dar uma ajuda' ou 'apoiar'. Partilhar é assumir e fazer.

 

LER MAIS )

 

 

02
Nov17

Movimento "He for She"

por Cila

 

O movimento, criado pela actriz Emma Watson e apoiado pelas Nações Unidas, tem como objetivo acabar com a desigualdade de género.

O mundo está num momento de mudanças. Em todos os lugares, as pessoas entendem e apoiam a ideia da igualdade de género. Eles sabem que não é apenas uma questão das mulheres mas sim um assunto de direitos humanos. E quando essas vozes poderosas forem ouvidas, elas irão mudar o mundo. A hora da mudança é agora. O Movimento http://www.heforshe.org/pt convida pessoas do mundo inteiro para, juntas, criarem uma força visível e corajosa pela igualdade de género.

 

LER MAIS )

 

30
Out17

All is not lost

por Cila

All is not lost (Nem tudo está perdido) é uma campanha da Policia de Leicestershire, no Reino Unido, destinada a ajudar as vítimas de violação a apresentar queixa na polícia de modo a garantir justiça para tão horrível crime e para punir severamente o agressor.

Através de uma séria de filmes, realizados por atores profissionais, a campanha pretende apoiar as vitimas incentivando a rápida divulgação dos delitos, preservando as evidencias e desafiando o preconceito e os equívocos. É também uma campanha sobre mudança na mentalidade necessária para desafiar equívocos e olhar para além daquilo que pensamos saber.

Embora ficcional, trata-se de um cenário muito familiar. Começa com uma violação que vai levar o espectador a uma situação de desconforto com o objetivo de levantar questões importantes para todos e desencadear o debate.

Sem dúvida, uma ação que se podia copiar e aplicar por cá. Porque, “Nem tudo está perdido”.

 

27
Out17

28 milhões de raparigas em África sem acesso à educação

por Cila

28 milhoes de raparigas sem direito a educação.j

Texto escrito por Rita Silva Avelar para a Maxima

 

Cerca de 67% das raparigas na África Ocidental e Central desistem da escola porque passaram por situações violentas ou de assédio sexual.

Um novo relatório da associação Save The Children e do The Regional Coordination Group para o programa SDG4-Education 2030 revela que 28 milhões de raparigas na África Ocidental e Central não têm acesso à educação. Os números mostram que estas zonas do continente africano estão entre as que precisam de mais ajuda para garantir aquilo a que todas as crianças deviam ter direito: conhecimento.

 

LER MAIS )

 

Sobre Mim

foto do autor

Instagram

@lucdiogo

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D